ooook-min

Muita gente acha óbvia a resposta para a demissão, mas a verdade é que pouco se valoriza esse processo. É necessário se permitir passar por algumas fazes antes de simplesmente ir buscar outro. Confira abaixo esses passos:
1º Permita-se ficar triste
Os sentimentos negativos precisam aparecer, para que a pessoa vivencie isso e tenha seu próprio tempo para superar. Suprimi-los não irá resolver os problemas, só ajudará a criar um novo.
2º Peça para a empresa explicar (de verdade) o motivo da dispensa
Um feedback mais aprofundado ajudará você a descobrir suas lacunas técnicas e comportamentais, e assim se preparar melhor para as próximas oportunidades.
3º Ofereça-se para cumprir o aviso prévio
Cuidar da transição transmitirá seriedade, equilíbrio e profissionalismo. Quem mais ganha é a sua reputação: com uma impressão positiva do seu comportamento, a empresa poderá dar indicações e boas referências sobre você para o mercado.
4º Conheça e faça valer os seus direitos
É importante saber o que você pode (e deve) exigir de um empregador que decide desligá-lo. Além de dar dignidade à sua saída, acertar as contas com a empresa — sempre de forma firme, porém diplomática — dará algum fôlego financeiro para o seu período de transição.
5º Faça um bom planejamento financeiro
Esse estudo financeiro ajudará a tomar decisões mais acertadas, inclusive do ponto de vista da carreira. A depender dos valores da sua conta bancária, você saberá quais propostas negar ou aceitar, e se precisa buscar fontes alternativas de renda enquanto não encontra algo mais estável, por exemplo.
6º Busque qualificação
Investir em desenvolvimento após uma demissão é uma medida duplamente estratégica: além de adquirir novas competências, o profissional mostra ao mercado que está interessado em melhorar.
7º Crie uma estratégia para vender os seus talentos
O passo seguinte é montar uma estratégia de “vendas”, em que o “produto” é a sua força de trabalho. É preciso mapear os seus diferenciais competitivos, a faixa de remuneração desejada e os valores que você busca em um potencial empregador.
8º Calibre seu discurso e mergulhe de cabeça no networking
Invista na sua rede de contatos. Vá atrás de pessoas que você também pode beneficiar de alguma forma, já que o networking é uma via de mão dupla. Também é importante não ter medo de se expor: quanto mais pessoas souberem que você está buscando uma oportunidade, mais chances você terá de encontrá-la.

FONTE: exame.abril.com.br