responsabilidade social empresarial e corporativa

Responsabilidade Social para marcas e empresas

Primeiramente vamos esclarecer o que é essa tal de responsabilidade social. Ela não é obrigatória porém, ajuda a criar uma imagem sólida e bom relacionamento com a sociedade.

Responsabilidade social é quando empresas e marcas promovem voluntariamente uma sociedade mais justa e um ambiente mais limpo, desenvolvendo ou apoiando programas sociais. Podemos dividir em dois tipos de responsabilidade social, a corporativa e a empresarial.

Responsabilidade Social Corporativa

É o conjunto de ações que beneficiam a sociedade, levando em conta a economia, educação, meio ambiente, saúde, transporte, moradia, atividades locais e do governo. É comum as organizações criarem programas sociais, que geram benefícios mútuos tanto para empresa quanto para a comunidade, visando melhorar a imagem social da empresa e a qualidade de vida de funcionários e da população.

Responsabilidade Social Empresarial

Essa já é uma gestão ética, e mais usada por empresas que fazem uso e podem vir a prejudicar o meio ambiente, por isso procuram programas sociais que ajudam a minimizar a poluição e diluem os impactos negativos no meio ambiente e na comunidade. Hoje em dia esse tipo de responsabilidade social mais ecológica e preocupada com o meio ambiente é uma das mais utilizadas pelas empresas.

Grandes marcas e empresas devem se preocupar com essa questão, não somente para melhorar e aliar sua imagem com coisas boas e responsáveis mas, para mostrar um outro lado menos comercial e preocupada com as vendas, mais humanizada e preocupada com a sociedade.

Por isso invista em projetos sociais, programas e apoie causas ligadas a melhoria da qualidade de vida e manutenção do meio ambiente.

gestão-de-crise-redes-sociais

A importância da comunicação no gerenciamento de crise

As crises podem acontecer em todas as empresas, independentemente do seu segmento ou do tamanho que ela seja. E acontecem por vários fatores, pode ser por desastres industriais ou ambientais, falha em equipamentos ou construções, podem ter origem criminosa, pode ser econômica, de relações humanais, de falha humana, que envolver riscos à saúde ou à vida, enfim uma infinidades de possíveis motivos para gerar uma crise.

Por isso toda empresa deve ter uma equipe responsável por gerenciar essa crise, é claro que a comunicação não pode ficar de fora, é aí que os assessores de imprensa e comunicadores orientados fazem a diferença na hora da crise.
Uma boa comunicação pode reverter uma crise e salvar a empresa. Conseguindo administrar bem a crise a empresa sofre menos com ela e mostra que ela se importa com a situação. A falta de um planejamento gera mais stress e tenção dentro da empresa deixando-a mais vulnerável.

Dois atuais exemplos de crises foram o da empresa de sucos Ades que distribuiu um lote contaminado com produto de limpeza nos sucos de soja sabor maçã. Que teve um gerenciamento de crise considerável razoável, nem bom nem péssimo, o erro deles foi demorar a se reportar sobre os fatos e não colocar nenhum responsável pela empresa para falar sobre o acontecimento e houveram muitas declarações dadas para os meios de comunicação diferentes, causando no consumidor uma insegurança. Faltou consistência e objetividade nessa hora.

O outro caso é o do rato na garrafa de Coca-Cola, a empresa ao invés de reportar a imprensa optou por produzir um vídeo empresa falando sobre a “verdade” sobre o caso, onde não cita o rato nem nada do gênero apenas mostra como o refrigerante é engarrafado e conta sobre os cuidados tomados em sua produção. O que foi bastante inteligente já que diferente do caso Ades, não teve provas sobe o tal ratinho. Mas antes que isso explodisse nas redes sociais investiram no gerenciamento através da comunicação e produziram um vídeo, que foi veiculado na internet, em resposta a situação.

Se você ainda não viu o vídeo veja em: http://migre.me/gf0Au

Agora que você já sabe da importância da comunicação no gerenciamento de crise monte uma equipe especializada.

sud_1303216734_63

Cuidados com a propaganda para crianças

O Brasil é bem rígido quando se trata de fazer publicidade infantil. E não é por menos, nossas crianças estão expostas aos comercias diariamente durante muitas horas ao dia, ainda mais se considerarmos os canais fechados só para crianças que contam com propagandas somente de cunho infantil, afim de atingir facilmente seu target.

Por isso o Connar tem seu código de auto regulamentação publicitária com normas a serem seguidas e respeitadas. Afim, de proteger as crianças de publicidades inadequadas a seu público.

Para os profissionais da área a dica é pensar que uma criança não sabe distinguir o comercial do real, portanto o bom senso de não utilizar crianças fazendo coisas perigosas, pois elas sabem que é apenas um comercial de TV e que lá nada de ruim acontece. Portanto, sempre saiba que a imaginação delas não tem limites, então não de brechas para que elas se sintam instigadas a fazerem o mesmo que viram na TV.

Sempre pense antes de comunicar algo para uma criança se está adequado a ela, se você não notar problemas em deixar, seus filhos, sobrinhos, primos e afins assistirem tal propaganda provavelmente ela precisa de poucas alterações para ficar perfeita. O bom senso é chave para ter sucesso em campanhas infantis sem infringir a lei e atacar a ética.

Segue abaixo uma lista de coisas que não podem conter uma propaganda infantil, confira se as suas estão dentro das normas:

• É proibido o uso do imperativo, como “compre” ou “peça para seus pais”.

•Não pode conter conteúdos que desvalorizem a família, escola, vida saudável, proteção ambiental, ou que contenha algum tipo de preconceito racial, religioso ou social.

•Não pode ser apresentada em formato jornalístico.

•Não pode difundir o medo nas crianças, expô-la a situações perigosas ou simular constrangimento por não poder consumir o produto ou serviço anunciado.

•Não pode desmerecer o papel dos pais e educadores como orientadores para se ter hábitos alimentares saudáveis.

• É proibido apresentar produtos que substituem as refeições.

•Não pode encorajar o consumo excessivo de alimentos e bebidas.

•Não pode menosprezar a alimentação saudável.

• É proibido associar crianças e adolescentes a situações ilegais, perigosas ou socialmente condenáveis.

•Não pode fazer merchandising em programas dirigidos a crianças ou utilizando personagens do universo infantil para atrair a atenção desse público

Para saber mais veja esse pdf com a campanha somos todos responsáveis: http://bit.ly/14dKpjF

1064438062

Filmes para a internet: conheça os motivos para investir neles

Que a tecnologia e o universo online já é uma realidade no mundo das marcas e das agências de publicidade e propaganda não preciso nem dizer, não é mesmo? E com toda essa onda online de milhares de pessoas que navegam na internet todos os dias fez a categoria de publicitários começar a estudar mais esse meio e criar novas formas de se comunicar exclusivamente voltada para o online.

Além das redes sociais que deram um bum nos últimos anos, a categoria de filmes e vídeos para a internet sempre foi um espaço muito versátil e econômico de se difundir opiniões, produtos e serviços. Pesando nisso as agências estão cada vez mais preocupadas em desenvolver campanhas que contenham filmes especificamente para a internet.

Mas quais os motivos para investir na criação deles? As pessoas que utilizam a internet estão sempre em busca de coisas novas, legais e criativas para compartilhar com seus amigos, seja via redes sociais, que é o mais comum no Brasil ou por canais como o youtube. E fazer filmes pensados para esse público garante uma visualização elevada e um alto índice de aceitação e compartilhamentos. Além disso, vale a pena investir em animações e afins, que mesmo sendo mais caras, são diferenciadas e chamam a atenção do público que repassa para os amigos e os amigos dos amigos e assim por diante.

Contando que para veicular na internet o investimento é baixo, compensa investir alto na hora de desenvolver o filme. Certamente os resultados vão chamar sua tenção.

Por isso, procure empresas capazes de produzir filmes com qualidade e criatividade.

 

empreendedorismo

Marketing de oportunidade: aumente seu buzz

Que o marketing vive das oportunidades não é novidade pra ninguém, mas o que é marketing de oportunidade?

Nada mais é do que de fato aproveitar a oportunidade de uma data específica, de um movimento, de um lançamento, enfim, qualquer oportunidade que ajude a empresa a aparecer e que cause falatório entre as pessoas, assim você aumenta o buzz de uma empresa ou marca.

Esse tipo de ação é bem comum mas, pouco nomeada no meio da comunicação, muitas nem se dão conta do quão vale a pena não desperdiçar essas oportunidades. É claro que isso pode atingir o público de diversas formas. Um dos mais recentes cases sobre marketing de oportunidade e o caso da Fiat, que usou o dia do sexo para divulgar o Punto, uma dos carros da indústria automobilística. O filme postado no instagran e facebook da marca foi alvo de comentários variados, o vídeo mostra uma carro parado, fazendo movimentos sugestivos e ao lado a data referente ao dia do sexo. Muitos acharam um absurdo, outros apelativo e muitos gostaram da animação.

É claro que a data utilizada no caso já cria uma certa tensão, mesmo com a evolução e a mudança dos séculos ainda existem pessoas que consideram o sexo um TABU. Mas esse case prova que o marketing de oportunidade é uma forma sim de aumentar o buzz da empresa, foram inúmeros comentários e publicidade gratuita em vários portais que divulgaram a ação como notícia.

Obviamente o cuidado com o conteúdo está implícito, mas convenhamos, não é nada demais aproveitar as datas e usar cenas e situações cotidianas. Publicitariamente falando a Fiat, aproveitou muito bem isso. Se você não viu o vídeo assista no: https://www.facebook.com/fiatbr/posts/547196272002014

Agora que você já sabe a importância do marketing de oportunidade procure profissionais que saibam fazer ações e aproveitar essas oportunidades para aumentar o buzz da sua empresa.

marketing-digital-2

Marketing digital: estratégia econômica e de resultado

Principalmente para as médias e pequenas empresas eis aqui uma boa mídia, a digital. O marketing digital é econômico e de resultado, abrange um número superior de pessoas e vão a lugares onde nenhuma outra poderia ir. Sem contar que o online nunca se perde, ela ficará sempre na internet, a disposição de todos.

Mas para poder aproveitar das ferramentas online como sites e redes sócias é preciso conhecimento sobre seu poder e de administração tanto do conteúdo quanto das crises. Se não for feita por pessoas qualificadas para isso pode causar uma visão negativa da sua empresa o que é difícil de ser recuperada, já que na internet é praticamente para sempre aquilo que é postado.

Por isso todo cuidado é pouco, o investimento é bem inferior a outras mídias tradicionais e off-line, só que se mal utilizadas podem sair caro e pesar não só no bolso mas sim na imagem da empresa.

Sendo assim ao investir em marketing digital procure profissionais capacitados pra isso, dessa forma você não terá surpresas desagradáveis quando estiver online.

background

O poder de uma boa apresentação

Parece um simples detalhe mas preparar um apresentação de qualidade das peças que a agência faz para o cliente é muito importante. Isso mostra envolvimento, dedicação e preocupação ao apresentar o trabalho finalizado para o cliente.

Por experiência própria, o cliente quando se depara com uma bela apresentação, faz menos alterações nas peças, fica mais feliz com o design e termina satisfeito após uma boa apresentação. Ainda mais se ela incluir aplicações, peças em 3D, vídeos delas se movimentando e outros luxos tecnológicos que engrandecem o trabalho da agência.

Isso na hora de disputar uma licitação ou conquistar o cliente é fundamental, pesa muito mais na decisão final de contratar ou não sua agência. Falar bem e de forma segura e saber esclarecer todas as dúvidas do cliente é muito importante pois prova que toda a equipe anda junta e sabe se comunicar.

Por isso sempre pense na apresentação das suas peças e escolha agências que se apresentem bem na hora de escolher uma pra sua empresa.

innovation1

Por que é preciso inovar na empesa?

Sem inovação não existe competição e seu negócio está fadado a desaparecer. Realmente as melhores justificativa são mesmo essas, ou a empresa inova ou então será esquecida e não conseguira competir com outras no mercado.

Como é preciso se destacar para ter sucesso é necessário inovar se não o público cansa. Seja na linha de produtos, na comunicação, nos empreendimentos em qualquer lugar que seja é preciso movimentá-la apara seguir em frente. Além do mais, inovar é a maior contribuição que uma empresa pode buscar, com ela se abrem novos caminhos, oportunidades que garantem um rumo em ascensão para o sucesso.

Inovar é fundamental para todas as empresas, principalmente para as mais velhas, que precisam sempre inovar para poder ter condições de competir com as empresas mais jovens. Não se pode deixar uma marca ou empresa envelhecer, sendo madura é preciso explorar isso, reverter em experiência e confiança e investir em inovações como na forma de comunicar.

Por isso inovar é o caminho certo para empresas que desejam não só ter sucesso, mas mantê-lo por muito tempo.

Seja no que for inove e busque profissionais que podem ajudá-lo com isso. Agências de propaganda são uma ótima opção para inovar a comunicação da sua empresa!

8d9d509c940eed6aa21cd5897fd084b1_XL

Cuidados com a produção e tratamento de imagens

Nessa semana a marca C&A protagonizou uma gafe de marketing devido a uma produção duvidosa das imagens para a campanha Special For You da marca, onde a estrela da campanha era a cantora Preta Gil. O problema não ocorreu nos looks ou na escolha da famosa e sim na escolha da produção, que decidiu photoshopar a cantora e deixou nítido a intervenção na imagem e que foi um recorde de compartilhamentos negativos e de pessoas rindo e reclamando da produção pelas redes sociais da C&A.

Veja as imagens da campanha Special For You da C&A:

1150904_707089229318059_1095125904_n

1170921_707089315984717_1987696425_n

1002595_707089355984713_221316301_n

1001551_707089325984716_1831451299_n

O que era pra ser um estouro de vendas se transformou numa bomba de piadinhas online. Essa é a nossa deixa para falar de cuidados na hora de produzir e tratar uma imagem.

1- Oriente o profissional
Não que ele não seja competente mas como é uma campanha direcionada a agência deve ter um representante no dia da sessão de fotos, afinal é ela quem vai compor as imagens e montar a campanha. E tem mais o fotógrafo não obrigado a adivinhar qual ângulo você deseja usar na edição.
2- Angulação
Sempre busque ânulos que deem nitidez a imagem e que não dê pra confundir as partes do corpo com outras ou parecer que tem algo quebrado no corpo da modelo. Tudo bem fazer um ensaio descontraído e com poses ousados mas cuidado na hora de clicar para não criar falsas imagens.
3- Escolha das fotos
Na hora de decidir quais vão sair na campanha busque algo original e mais natural, dê preferência a imagens leves que passe sensações e não olhares perdidos. Sempre oriente a modelo na posição, onde colocar cada parte do corpo e solte dicas nos momentos dos clicks isso ajuda a produzir as fotos desejadas sem que a modelo fique perdida no meio do cenário.
4- Tratamento de imagem
Isso é fundamental para deixar qualquer ensaio perfeito, mas tudo tem limite, a partir do momento que isso fica óbvio é sinal que está pesado. Tratar a imagem deve ser algo sutil e usar filtros sem o mínimo de transparência é pedir pra todos saberem que você abusou da ferramenta.
5- Ouvir com reservas os pedidos de uso do photoshop exagerado
Muitas modelos e famosas que possam para campanhas ficam pedindo para que está tratando a imagem afinar mais isso, aumentar aquilo, clarear a pele, os dentes sem ter noção que isso pode formar uma imagem falsa da pessoa e acabar uma campanha toda. (Não que a cantora Preta Gil tenha pedido isso, mas muitas fazem e interferem no trabalho do profissional) então, ouvir com reservas esses pedidos e orientar que como profissional da área a intervenção exagerada deixa a foto feia e falsa é sem dúvida o melhor caminho.
Por isso mantenha os olhos bem abertos e sempre acompanha as produções, as agência de publicidade estão ai para auxiliar nesses momentos e evitar que isso aconteça!

happy

Dicas de como agregar valor à marca

Para uma marca ou empresa fazer sucesso é preciso que ela passe a agregar valores positivos vinculados a ela. Sem isso ela se torna um desses furacões que estouram no início e depois vão caindo até se reduzir a nada. Quando a coisa é nova é certo que no início as coisas são difíceis mas boas, por ser novidade as pessoas tendem a experimenta novas marcas, só que se não gostam mudam imediatamente e nunca mais voltam a utilizar a marca anterior.

Então antes de tudo é primar pela qualidade do produto ou serviço depois começar a agregar valores, como as grandes marcas que não vendem produtos e serviços, vendem sensações, lembranças, bem-estar, histórias. Pensando nisso seguem algumas dicas para agregar valor à marca da sua empresa:

1-      Feed back do consumidor

Sempre de um bom feed back a consumidores insatisfeitos, isso agrega o valor da sinceridade e da preocupação em gerar bons sentimentos da marca com os consumidores, é como um relacionamento, é preciso gerenciar bem as crises.

2-      Fazer filantropia ou ações que proporcionem um mundo melhor

Quando falamos em uma marca sempre temos um sentimento em relação a ela, pode não ser muito claro mas o instinto de levar ou não essa marca pra casa vale muito. Por isso aparecer vinculado a projetos sociais, culturais, ambientais dentre outros humaniza a marca e ele sob no conceito dos consumidores, pois não ficam com a impressão de que ela só quer saber de vender.

3-      Administrar as sensações e desperta sentimentos

Toda grande marca vende boas sensações e criam sentimentos nos consumidores que eles buscam novamente ao utilizar o serviço ou produto toda vez. Por isso saber que tipo de sensação e sentimento andam sendo vinculados a sua marca é fundamental para dar a ela um espaço de destaque no mercado.

4-      Manter uma boa imagem para os consumidores e afins

Como a marca carrega valores é preciso que ela saiba bem como trabalha isso, sendo assim buscar se envolver o mínimo possível em escândalos, processos jurídicos e atitudes que manchem o nome da empresa ajudam a alavancar os valores positivos da marca e evitam que as manchetes dos jornais sejam sobre sua empresa e agreguem valores negativos a ela.

5-      Bom quadro de funcionários e relacionamento

Para evitar problemas fazer um endomarketing que administre o bom relacionamento dos funcionários entre eles e com a marca começa desde cedo e é um processo de dentro para fora, se existe um funcionário insatisfeito é possível que ele fale mal da empresa para todos e o boca a boca negativo funciona tanto quanto o positivo, por isso procurar resolver os problemas internos da melhor maneira possível para que não saia da empresa e caia no ouvido dos consumidores.

Para realizar esse tipo de trabalho o ideal é ter o apoio de uma agência de publicidade que irá cuida não somente da marca como um todo, mas sim prestar uma assessoria de como lhe dar com problemas e crises, além de ajudar a sua marca a agregar bons valores que reflitam nos consumidores com positividade.